Casa Autossustentável

Construída na Austrália, a casa produz sua própria energia, água e comida

 

Por Marisa De Lucia

 

Embora envolva um investimento inicial mais alto, construir uma casa autossustentável vale a pena a longo prazo, graças à redução das contas de energia e água.

 

casa-autossustentavel1

 

Por isso, os moradores de uma casa dos anos 80 resolveram reformá-la buscando aumentar a sua eficiência. Assim, ela produz a própria comida, energia e água, seguindo os preceitos da permacultura, um sistema de design para a criação de ambientes humanos sustentáveis e produtivos em equilíbrio e harmonia com a natureza.

Os proprietários da casa, Geoff Carroll e Julie Young, trabalham como consultores em uma empresa que ajuda clientes a lidarem com a hiper urbanização e mudanças climáticas e decidiram viver mais de acordo com essa filosofia de sustentabilidade.

Localizada no subúrbio de Alexandria, em Sydney, sofria com o desempenho térmico ruim e a falta de espaço ao ar livre. A primeira recomendação do arquiteto foi derrubar a casa e começar do zero.

 

casa-autossustentavel2

 

O portão de entrada da casa recebeu uma série de plantas suculentas para sinalizar o que o visitante vai encontrar: uma casa repleta de vegetação. Os novos espaços verdes foram implantados para fins estéticos e práticos. Uma escadaria de vidro cilíndrica domina a frente da casa, e os degraus foram feitos a partir de goma reciclada.

Uma minilagoa cheia de peixes garante que o ecossistema do jardim vertical esteja sempre em ordem. O ciclo é completado pelas plantas que filtram a água.

A casa conta também com um galinheiro, que faz parte de outro ciclo: o casal se alimenta de produtos colhidos na própria horta e divide parte da comida com as galinhas, que lhes provêm ovos e fertilizam a terra.

 

casa-autossustentavel24

 

Geoff conta que ele e Julie costumam passar 10 minutos por dia cuidando das galinhas e dos peixes, e cerca de uma hora por semana acertando detalhes na horta e colhendo os alimentos frescos e prontos para consumo.

Há, também, uma corrente que liga a calha a um tanque que armazena a água da chuva, que é usada na lavanderia, e nos banheiros e no jardim um sistema não elétrico aquece a água usada na residência.

E para economizar energia elétrica, um conjunto de placas de captação de luz solar produz mais energia do que o casal costuma gastar por mês.

Essa reforma é denominada Aquas Perma Solar Firma, uma casa dominada por recursos sustentáveis.

E para fazer essa renovação, contrataram a CplusC Architectural Workshop

Bem legal, não é mesmo?



comment closed